PINHEIRINHO pertence a Naji Nahas e não à massa falida da Selecta

Ontem tomei conhecimento de um vídeo-depoimento em que o procurador do Estado de São Paulo, Márcio Sotelo Felippe, após ter estudado o processo de falência da Selecta, revelou que NÃO EXISTE o que vem sendo excessivamente veiculado nos veículos de imprensa e redes sociais de “MASSA FALIDA DA SELECTA”, mas sim que a propriedade do terreno onde estava o Pinheirinho é pura e simplesmente do Sr. Naji Nahas.

Para comprovar sua afirmação, o procurador apresenta um despacho, escrito de próprio punho pelo juiz Dr. Luiz Beethoven, de que a falência já estava finda e o restante do numerário deveria ser devolvido ao falido. AGORA PASMEM, o despacho foi assinado no ano de 2006, seis anos antes da truculenta reintegração de posse ocorrida em janeiro de 2012.  Portanto, como diz Sotelo Felippe no vídeo, todos os credores da dita massa falida já estavam pagos em 2006, conforme Naji Nahas ia comprando crédito destes credores, certamente com deságio e, como já havíamos postado por aqui, tornando-se credor de si mesmo.  Não há sequer créditos trabalhistas, como chegou a ser divulgado em alguns jornais. Há, somente, Naji Nahas.

O promotor Sotelo Felippe também acusa o encobrimento dos veículos de imprensa acobertando estas informações. Segundo ele, um jornal da grande imprensa está há mais de 15 dias com reportagem completa cobrindo todo este quadro de informações, mas ainda não decidiu publicá-las.

O procurador lembra que um grupo de juristas e advogados organizaram um manifesto para levar à Corte Interamericana o caso do Pinheirinho. Assim, ele faz um apelo a todos que acompanham o caso que engrossem a lista de assinaturas para ajudar a levar o caso à Corte Interamericana da OEA. Segue o link para o Manifesto Pela Denúncia do Caso Pinheirinho à Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

Por fim, quero compartilhar o vídeo-depoimento por aqui, parabenizando o procurador Márcio Sotelo Felippe por sua coragem, destacando a seguinte frase, dita por ele no meio de sua fala:

“Este caso há de ser um momento de inflexão da fascistização do Estado brasileiro. Tem que ser agora! Nós temos que resistir agora. Nós não podemos permitir mais! Haverão outros Pinheirinhos!! Já bateram nos estudantes da USP. Já bateram nos dependentes químicos! Agora seis mil excluídos levam porrada da polícia! Quem é o próximo? Onde para? É preciso deter este processo. É preciso intimidar e hoje esta intimidação tem que ser dizer claramente à sociedade brasileira e à comunidade internacional que há autores de crimes contra a humanidade no Estado brasileiro.”

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Política

Uma resposta para “PINHEIRINHO pertence a Naji Nahas e não à massa falida da Selecta

  1. Pingback: O documentário PINHEIRINHO – UM ANO DEPOIS acaba de ser lançado na íntegra no YouTube | Hum Historiador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s