Estado de S. Paulo coloca íntegra de seu acervo na Internet

Neste último sábado o jornal o Estado de S. Paulo anunciou que vai disponibilizar todo o seu acervo na Internet. Segundo o anúncio, páginas publicadas desde 1875, quando o jornal ainda se chamava A Província de S. Paulo, poderão ser vistas no portal que será lançado na próxima quarta-feira.

Ainda de acordo com a reportagem, a digitalização dará destaque à censura sofrida pelo Estado em vários períodos, especialmente após a edição do Ato Institucional n.º 5 (AI-5), em dezembro de 1968, quando o presidente Costa e Silva decretou o fechamento do Congresso.

O jornal recusou-se a mudar seu editorial “Instituições em Frangalhos” e teve sua edição apreendida. Mais de mil páginas foram mutiladas pelos censores no período do regime militar. Como o espaço das reportagens vetadas não podia ficar em branco, por ordem dos censores, os jornalistas publicavam versos de Os Lusíadas, de Luís Vaz de Camões, para desafiar a ditadura e expor a censura sofrida. No portal digital será possível pesquisar as páginas censuradas e comparar como foram planejadas e como saíram publicadas.

Segundo o historiador Marcos Guterman, por estar em circulação desde 1875, quando o Brasil ainda era uma monarquia, O Estado de S. Paulo é “o único jornal em circulação que pode ser visto como uma das mais completas fontes documentais para aqueles que se dedicam a estudar as transformações pelas quais o País passou nesses mais de cem anos. Ao tornar disponível para consulta a totalidade de seu acervo, o Estado presta um serviço aos historiadores ainda difícil de mensurar.”

Já Sírio Possenti, professor de linguística da Unicamp e especialista em análise de discurso, quando perguntado sobre a importância do texto jornalístico para a pesquisa histórica, disse que “Os jornais são fontes tanto mais relevantes quanto maior for o número de jornais disponíveis. É comparando as muitas narrativas que se pode chegar perto de alguma verdade, ou mostrar que, em cada época, parecia haver diversas”.

O site permitirá ao visitante fazer consultas ao acervo por palavras ou por datas e, além disso, contará com um dicionário de grafia antiga para localizar matérias com palavras como farmácia, para incluir textos onde a palavra aparece grafada com “ph”, e também com uma calculadora, para que se possa converter valores dos produtos que aparecem em textos ou anúncios antigos para que possamos ter uma ideia do valor desses produtos atualizado em reais.

Trata-se de uma excelente notícia não só para os historiadores, mas para todos aqueles que tem algum interesse em acompanhar como este periódico paulistano tratou dos acontecimentos do Brasil e do mundo. Já estou aguardando ansiosamente para ver como este portal irá funcionar e, portanto, não custa lembrar que o lançamento será nesta próxima quarta-feira, dia 23/05/2012.

OUTROS TEXTOS SOBRE O ASSUNTO

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Cultura, Jornais, Pesquisa

3 Respostas para “Estado de S. Paulo coloca íntegra de seu acervo na Internet

  1. Muito bacana, Rogério. Várias obras conhecidas na historiografia utilizaram jornais como fontes ou objetos de pesquisas. Destaco o livro “Cães de Guarda: jornalistas e censores” da Beatriz Kushnir. A autora estuda jornais como a Folha de São Paulo e o Estadão durante seus funcionamento na ditadura militar. Ficamos surpresos com a cooperação dos donos dos jornais e alguns jornalistas que aceitaram as imposições, que as vezes vinham de dentro da redação.

    Abraços!

  2. Pois é, Munhoz, achei bem legal também. Eu mesmo tive um projeto de iniciação científica ligado com uma metodologia que utilizaria periódicos como fonte de pesquisa. No meu caso, era um jornal que durou poucos anos e teve, por conta disso, pequena tiragem. Assim como todo trabalho de pesquisa, esta é uma fonte que demanda seus cuidados, mas como você bem lembrou, é capaz de produzir trabalhos de excelente qualidade.

    Grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s