A “farsa” do Mensalão, por Bob Fernandes para o Jornal da Gazeta

O comentarista de política do Jornal da Gazeta, Bob Fernandes (@Bob_Fernandes) faz comentário certeiro sobre o que se está chamando de “a farsa do mensalão” ou “o maior julgamento da história”. Acompanhem o comentário de Bob Fernandes em texto ou em vídeo.


Há quem diga ser uma farsa o julgamento do chamado “mensalão”. Não, não é uma farsa. É fruto de fatos. Ou era mesada, o tal “mensalão”, ou era caixa dois. Mas não há como dizer que há uma farsa. E quem fez, que pague o que fez. A farsa existe, mas não está nestes fatos.

Farsa é, 14 anos depois, admitir a compra de votos para aprovar a reeleição em 98 -Fernando Henrique-, mas dizer que não sabe quem comprou. Isso enquanto aponta o dedo e o verbo para as compras agora em julgamento. A compra de votos existiu em 97. Mas não deu em CPI, não deu em nada.

Farsa é fazer de conta que em 98 não existiram as fitas e os fatos da privatização da Telebras. É fazer de conta que a cúpula do governo não foi gravada em tramóias escandalosas num negócio de R$ 22 bilhões. Aquilo derrubou um pedaço do governo tucano. Mas não deu em CPI. Ninguém foi preso. Não deu em nada.

Farsa é esquecer que nos anos PC Farias se falava em corrupção na casa do bilhão. Isso no governo Collor; eleito com decisivo apoio da mídia. À época, a polícia federal indiciou 400 empresas e 110 grandes empresários. A justiça e a mídia esqueceram o inquérito de 100 mil páginas, com os corruptos e os corruptores. Tudo prescreveu. Fora o PC Farias, ninguém pagou. Isso foi uma farsa.

Farsa foi, é o silêncio estrondoso diante do livro “A Privataria Tucana”. Livro que, em 115 páginas de documentos de uma CPI e investigação em paraísos fiscais, expõe bastidores da privatização da telefonia. Farsa é buscar desqualificar o autor e fazer de conta que os documentos não existem ou “são velhos”. Como se novas fossem as denúncias agora repisadas nas manchetes na busca de condenações a qualquer custo.

Farsa é continuar se investigando os investigadores e se esquecer dos fatos que levaram à operação Satiagraha. Operação desmontada a partir da farsa de uma fita que não existiu. Fita fantasma que numa ponta tinha Demóstenes Torres e a turma do Cachoeira. E que, na outra ponta da conversa que ninguém ouviu, teve o ministro Gilmar Mendes.

Farsa é, anos depois de enterrada a Satiagraha, o silêncio em relação a US$ 550 milhões de dólares. Sim, por não terem origem comprovada, US$ 550 milhões continuam retidos pelo governo dos EUA e da Inglaterra. E o que se ouve, se lê ou se investiga? Nada. Tudo segue enterrado. Em silêncio.

O julgamento do chamado “mensalão” não é uma farsa. Farsa é isolá-lo desses outros fatos todos e torná-lo único. Farsa é politizá-lo ainda mais. Farsesco é magnificá-lo, chamá-lo de “maior julgamento da história do Brasil”.

Farsa não porque esse não seja o maior julgamento. Farsa porque se esquecem de dizer que esse é o “maior” porque não existiram outros julgamentos. Por isso, esse é o “maior”. Existiram, isso sempre, alianças ideológicas, empresariais, na luta pelo Poder. Farsa porque ao final prevaleceu, sempre, o estrondoso silêncio cúmplice.

Anúncios

18 Comentários

Arquivado em Opinião, Política

18 Respostas para “A “farsa” do Mensalão, por Bob Fernandes para o Jornal da Gazeta

  1. fabio nogueira

    Farsa é essa nossa mídia corparativista de esconder os fatos e expor aquilo que convém. Farsa é dizer que o povo tem memoria curta,e o povo está desiludido de seus politicos e ser dominada por está mídia monopolizada e conservadora que manda e desmanda nesse país há séculos.
    Farsa será surguirem outros mensaloes e dependendo do partido da midia ela própria fazer silencio.

  2. maria meneses

    Bob você tem sido o mais eficaz, o mais claro e competente analista político do que está ac ontecendo no Brasil,com relação ao mensalão.Parabéns pela sua clareza didática, pela sua exposição. Ela é sempre uma aula de jornalismo sério e competente. Um abração.

  3. Paulo César

    Qual a intenção do jornalista Bob Fernandes com esse comentário?

    A tese é de que os crimes relacionados aos partidos PSDB e DEM não foram julgados e ninguém foi preso (com a ressalva do PC Farias), porque a mídia teve um papel relevante para que isso não acontecesse. Porém essa mesma mídia, hoje, procura a todo custo condenar os crimes atualmente julgados no mensalão que tem como principal partido envolvido o PT.

    Mas de que mídia ele está falando? Dê nome aos bois. Esse tipo de comentário generalista passa a mensagem de que todos aqueles que defendem a condenação dos envolvidos no mensalão do PT compactuam com os crimes envolvendo o PSDB e DEM. É no mínimo tendencioso.

    No caso do mensalão do PT, o julgamento ainda não acabou e, até agora, ninguém foi preso.

    • Alexandre Santos

      Caro Paulo César. Apesar de não ter escrito em seu texto, não é preciso grande esforço para entender que a mídia em questão é (ou melhor: são) a Rede Globo, revista veja (minúsculo mesmo), Folha de São Paulo e Estadão… Leia um pouco da Carta Capital – revista também semanal – para que tragas luzes aos fatos que temos vivido ultimamente. Saudações.

    • Todos estão cansados de saber que “a mídia” são Veja,Folha de São Paulo,Estado São Paulo,Jornal Nacional,enfim,não tem nada de tendencioso por parte de Bob Fernandes e a vergonhosa parcialidade desses orgãos de imprensa,os maiores do país,só não é vista por quem não quer ou quem não possui discernimento para tais assuntos.

  4. Alberto queiroz

    Esse rapaz é um grande jornalista… É sempre bom tentar justificar um roubo com outros!!!! Afinal, se outros fizeram, pq o PT e seus iluminados e “escolhidos” membros também nao!!!! Viva o povo brasileiro!

    • Me parece que o caro Alberto não entendeu o objetivo da crítica do Bob Fernandez. Como acho que está muito claro, basta ler ou ouvir para entender, não sou eu quem vou explicá-lo. Mas acreditar que ele está tentando “justificar um roubo com outros” é tolice.

  5. Paulo César

    Parte de artigo de Roberto daMatta:

    “Outro dia, um velho e querido amigo petista reclamou comigo da “politização” do caso. Mas como poderia ser de outro modo se tudo o que era do PT (e da chamada “esquerda” em geral) – do café da manhã aos desfiles carnavalescos e os jogos de futebol, sem esquecer o amor e o sexo – era (ou deveria ser) politizado? E como não ter desdobramentos políticos se o caso começa precisamente motivado por uma perspectiva da política e do poder? O que não se pode fazer é psicologizar o mensalão. Porque nesse caso seria bem pior e o julgamento entraria no terreno das compulsões e esquizofrenias nas quais a mão esquerda ignora a mão direita e deseja decepá-la, como é corrente no caso dos que escolhem o extremo como rotina e método. Ademais, se o caso fosse lido por psicólogos, alguns acabariam num hospício.

    Por outro lado, essa politização está contida pelas etiquetas legais e pelos procedimentos jurídicos. Ninguém deseja destruir ninguém e muito menos um partido com a importância do PT. Agora, julgar aquilo que surgiu como engodo coletivo e como um plano para evitar o jogo liberal e igualitário de ganhar para depois perder e, em seguida, ganhar novamente, como sendo um evento trivial seria não somente leviandade, mas uma fuga dos desafios que a democracia demanda da sociedade brasileira.

    Por isso, não há como fugir dessas duras viagens pelos labirintos das verdades e das mentiras. Por mais que isso aflija os que estão no mais alto poder e os que lá estiveram e se sentiram como deuses; ou fantasiaram o mundo como um circo de cavalinhos e pensaram que todos eram otários.”

  6. Fabiano

    Só posso concluir o óbvio, a política brasileira é suja, como um ladrão.
    Não importa com que mão o ladrão rouba, se com a direita ou com a esquerda, a população é que sempre perde.

  7. Ruy Crisostomo Barbosa

    Olá
    Bob Fernandes
    Achei muito esclarecedora sua entrevista ! serio gostei, vc disse que LULA foi ao colégio com a Avó e lá chegando foi barrado por causa de alpercata rasgada. No seu entendimento como no meu sei que isso pode ter estimulado LULA a chegar onde chegou, no entretanto o que ele fez pela injustiça que tantos sofreram pior do que ele sofreu na época, vc como jornalista Politico deve esta explicação a nós, será que mantendo e apoiando um governo que a 14 anos não da aumento real aos aposentados que são avós de quase 2 gerações de Zero a 13 anos e que naturalmente precisão comprar calcados para seus netos irem a escola, será que a Educação, fizeram parte deste desafio de LULA ao ser movido por um desrespeito e ingratidão quando menor. Responder ou não é um direito livre que tem.
    Ruy Crisóstomo Barbosa

  8. Ruy Crisostomo Barbosa

    Democracia: Falar e ninguém houve, reclamar e ninguém se importa, reunir-se, formar grupos, fundar associações, pra que ? Para ser corrompidos por políticos profissionais, o que é a democracia no Brasil? Será uma farsa que obriga e ameaça as pessoas que não querem mais VOTAR, porque a palavra magica só tem valor em época de eleição, se a nação brasileira é um sistema ou regime democrático porque esta nação é obrigada a votar nas eleições? gostaria que um antropólogo, um sociólogo, um psiquiatra, juntasse ao um grande jornalista e nos respondesse, ai proponho ao Bob Fernandes esta tarefa ” democracia” o didático nós já sabemos eu quero é a resposta comportamental de uma nação e governantes democrático” A greve dos policiais é um ato de democracia ou ditadura e só o exercito Brasileiro é criticado, e quando a coisa pega exercito neles…………!
    Viva o chororô dos exilados políticos do Brasil ” CANALHAS”
    Ruy Crisóstomo Barbosa

  9. Ruy Crisostomo Barbosa

    Olha ai uma sugestão se todos soteropolitanos maior de 16 anos doasse todo mês R$ 2,00 reais ou pagasse 24,00 reais para que nós povo sofrido aproveitasse este jornalista politico com sua experiência e liberdade para termos recursos para fazer um programa politico decisivo esclarecedor sem as raposas da mídia na TV, seria melhor resultados D”que os cultos evangélicos existentes.
    Temas:
    Como acabar com a lei do menor que desestabiliza os pais, Como acabar a lei do dependente químico que conduz os jovens a fumarem maconha e cheirar cocaína, afetando com tudo uma geração inteira de jovens. Senhores quem não tem respeito a PAI e MÃE não pode ter medo de nada e é isso que os governantes e quem estão no poder querem acabar com a racionalidade humana em todas as esferas.
    Olhai BOB Fernandes vamos nesta vamos revolucionar este Pais com coisa seria, reclamar pra que , ir as Ruas pra que , fazer passeatas pra que. Eu sei pra que para eles marginais da politica e do Poder injetar criminosos nos movimentos populares e a imprensa tarjar de vândalos, vandalismo, e em alguns casos de MARGINAIS.
    Garotinho no Rio foi acusado disso porque morreu um reporte caso contrario os ex- casados do movimento de 64 mandaria o exercito que eles não gostam fazer o que eles alegam que sofreram, onde estar a coerência destes mandatários do Brasil
    Ruy Crisostomo Barbosa

  10. Jean Cavaleiro

    Queria entender a lógica. O ideia dos senhores é que: Se teve crime no passado ninguém foi preso, hoje também ninguém deve ser preso, é isso? Acho que perdi alguma coisa na aula de ética.

    • re
      santa cruz do sul x pronaf
      escândalo
      banco do brasil
      OLHA O PT ROUBANDO MAIS
      SINIMBU E SANTA CRUZ DO SUL
      http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2015/08/pf-indicia-14-pessoas-por-desvio-de-verbas-de-programa-federal-no-rs.html

      GEREMED
      LIGAR E PEDIR INSTRUÇÕES

      Jean Cavaleiro… Ética, pobrezinha da ética. Mas, há pessoas como você, que ‘falou e disse’, meu ‘desconhecido amigo’, e apenas com simples lógica e bom senso. Se crimes ocorreram no passado – e certamente ocorreram – quem está no poder atualmente não se ocupou de corrigir o que houve de errado… Engraçado… Nem sequer parecem ter pensado no assunto que, em tempos mais ‘combativos’, era parte de seus discursos raivosos, com olhos arregalados, e perdigotos para todos os lados!! = = De fato, ‘dá a impressão’, talvez a certeza, de que a impunidade no passado, justificará a impunidade que, no futuro, pleitearão os criminosos de hoje – como, inclusive, já fazem no presente. Dilma Rousseff declarou a certa altura, que a corrupção na Petrobrás já ‘existia’ nos tempos de FHC. Acredito nela, porém… O que fez esta senhora sobre o assunto em 12 anos de íntima convivência com o poder? == Resposta: nada. Humm… Naturalmente. == == E o que fez o PT, Deus do céu, a não ser ampliar, multiplicar e institucionalizar a vigarice que já existia? = = Petrobrás?! Fins políticos nada recomendáveis e enriquecimento pessoal… Mamma mia! Um bando de ladrões de galinha no comando da nação, com mentiras, discursos baratos, populistas, acabando com a pobreza de si mesmos… KKKKKKKKK = = É, Jean Cavaleiro, deve ser difícil a ‘missão’ de certos jornalistas… Justificar o injustificável é tarefa pesada, que jamais termina. As pobres criaturas ‘destinadas’ a tal ‘serviço’ acabam tendo que lançar mão de argumentos que até uma criança formularia… == == Certa tarde, a mãe dá uma bronca no filho caçula… “Luisinho, vá arrumar seu quarto, menino! Agora!” Indignado, até mesmo ofendido, o garotinho retruca, mencionando o irmão mais velho: “Ah, mãe! Mas o Juquinha não arrumou o quarto dele de manhã! Não é justo pegar no meu pé agora’, viu?! == == Ai, ai… Tão dura quanto a vida de uma mãe, deve ser a de jornalistas como Bob Fernandes, Mino Carta et corriola… Ai, Ai, again! KKKKKKKK

      • Laura Calvo

        Marion Sarah Cave.. Tive que ler todos os comentários sobre este artigo, para encontrar aquele (justamente o último) mais coerente e mais bem escrito e, portanto, o mais inteligível de todos. Parabéns pelo texto. O bom uso da língua se faz necessário sempre, para que não haja “suposições” equivocadas. Laura Calvo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s