BLOG DE LUTO: Nota de falecimento de John Monteiro (ANPUH)

É com profundo pesar que reproduzo aqui a nota de falecimento divulgada pela Associação Nacional dos Historiadores (ANPUH). Morreu hoje, em um acidente de carro, o historiador John Manuel Monteiro. Aos 56 anos de idade, John Monteiro foi um daqueles historiadores com quem tomamos contato logo nos primeiros semestres da graduação e vai nos acompanhando por toda a carreira. Com ele aprendemos não só nos bancos da FFLCH, mas também nos diversos encontros, colóquios, simpósios, bancas e atividades científicas. Uma perda inestimável para as ciências humanas. Deixo registrado aqui meus mais sinceros votos de pesar à família, amigos, colegas, orientandos e alunos.

ANPUH – NOTA DE FALECIMENTO – JOHN MANUEL MONTEIRO
27/03/2013

John Manuel Monteiro (1957-2013)

Hoje, estamos tristes. Foi-se John Manuel Monteiro. Historiador combatente das causas indígenas, ele deixa orientandos, alunos, colegas e amigos órfãos da presença questionadora, companheira e generosa. A trajetória de John Monteiro confunde-se com uma das mais importantes inflexões da historiografia brasileira, no final do século passado. Desde ‘Negros da Terra’, junto com outros especialistas, ele desenhou o campo da História Indígena e do Indigenismo.

Seus inúmeros trabalhos – artigos, capítulos de livros, livros, aulas, orientações e falas – convergiram, desde há muito tempo, para a ampliação e consolidação de uma perspectiva que subvertia o lugar freqüentemente dispensado aos povos indígenas nas narrativas sobre o passado brasileiro. Sua produção comprometeu-se com o reconhecimento do indígena como um agente histórico pleno. Ela recusava a idéia de que as violências, as circunstâncias da Conquista ou da expansão da sociedade nacional solaparam a capacidade indígena de articular-se e escolher.

Um rol extenso de trabalhos seguiu pela senda aberta por John Monteiro e outros pesquisadores. E as manifestações de lamento e dor, neste momento tão difícil para todos, também se explicam por uma característica importantíssima de sua atuação. John Monteiro reconheceu a diversidade e a complexidade da produção historiográfica nacional. Leitor incansável, reuniu trabalhos produzidos por historiadores em todos os pontos do território, em uma plataforma que merece toda nossa atenção daqui para frente. Não estabeleceu hierarquias, não advogou prerrogativas e não recusou perspectivas.

Hoje, a História está de luto. Nossas preces estão com a família, os amigos e todos aqueles que foram influenciados por esse grande historiador e sofrem a despedida. Mas, a História não termina aqui. Cabe aos que ficam, permanecer na trilha, fortalecer o legado, ampliar a discussão e consolidar os ensinamentos. Ao nosso querido mestre John Monteiro, muito obrigado.

http://www.anpuh.org/informativo/view?ID_INFORMATIVO=3825

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s