[RACISMO] O “humorismo” racista de Danilo Gentili

“O NOSSO PROBLEMA É A POBREZA,
NÃO UMA SUPOSTA DESIGUALDADE RACIAL”

por Ali Kamel em Não Somos Racistas.

Há quem acredite nas falácias de Ali Kamel, Demétrio Magnoli e companhia, e até venha a público dizer que o Brasil não é um país racista, embora cotidianamente vejamos exemplos justamente do contrário do que essas pessoas afirmam. No mês passado (04.out), o Geledés, Instututo da Mulher Negra, denunciou mais um dos claros exemplos de racismo em nossa sociedade ao publicar a fúria racista de Danilo Gentili (e seus fãs) contra Thiago Ribeiro (@LasombraRibeiro), um editor negro que, por criticar as piadas racistas de Gentili, acabou vítima do “humorista” e de seus fãs.

Como já havia publicado nesse blog (O Riso dos Outros: há limites quando o assunto é humor), entendo que há limites sim para o humor. Tais limites não são censura, mas respeito aos direitos que minorias conquistaram após duras lutas contra a opressão da ideologia burguesa travestida de humor e servindo como instrumento de manutenção de valores tais como a família patriarcal, que subjuga as mulheres e repudia os homossexuais, além do valor máximo a defender, o domínio do homem branco sobre os demais grupos étnicos.

Para quem não acompanhou a história, veja abaixo a denúncia do redator Thiago Ribeiro contra o “humorista” tal como publicado no site do Geledés.

A CERTEZA DA IMPUNIDADE: DANILO GENTILI OFERECE BANANAS A INTERNAUTA NEGRO PELO TWITTER
por Juliana Gonçalves | Geledés – Instituto da Mulher Negra

Twitter racista postado por Danilo Gentili

O redator Thiago Ribeiro, 29 anos, estava cansado dos ataques à comunidade negra realizados pelo comediante Danilo Gentili, quando editou e postou no Youtube um vídeo que enfatiza o conteúdo racista veiculado nas “piadas” do humorista da TV Bandeirantes.

Em sete horas, o vídeo obteve 800 visualizações, inclusive uma visualização do próprio Gentili, que conseguiu tirar o vídeo do Youtube por meio da cláusula de uso de imagem.

Fora do Youtube, mas ainda no Twitter e Facebook, o vídeo que rendeu muitos comentários foi o primeiro passo da ação que Ribeiro planejava. Ele escreveu uma carta-denúncia que cita trechos do programa televiso de Gentili intitulado “Agora é tarde”, que seria apresentada às autoridades e à TV Bandeirantes.

No último domingo, via seu perfil no Twitter (@LasombraRibeiro), Thiago interpelou Gentili sobre o conteúdo da carta e recebeu a seguinte resposta: “Sério @LasombraRibeiro vamos esquecer isso… Quantas bananas você quer pra deixar essa história pra lá?”.

Após alguns minutos, Gentili apagou o post, mas Ribeiro já havia salvado a imagem. Depois da mensagem do comediante, seus seguidores começaram também a agredir e reforçar o teor racista do comentário de Gentili com frases como: “Indo levar umas bananas pro @Lasombraribeiro para ele ficar quieto”, do perfil de @BiahNunes_; “(Sic) CHICOTADAS NELE pfvr”, escrito por @jaqporra e “Ele nem é tão negro, ele sabe fazer um Twitter e sabe tirar print” de @RaquelRangel0.

Esse último zombava de um comentário de Thiago Ribeiro que afirmava estar com todas as telas com as provocações racistas salvas. Todos os prints podem ser vistos na página do Facebook de Thiago.

Na segunda-feira, Ribeiro enviou uma denúncia ao Ministério Público de São Paulo e à Policia Federal sobre o ocorrido. Na terça-feira, foi à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania e à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, onde foi feito o Boletim de Ocorrência. Thiago apresentou sua carta-denúncia, bem como os prints das agressões que sofreu na madrugada por Danilo Gentili e seus seguidores.

Ele também foi contatado por pessoas que trabalham junto à deputada estadual Leci Brandão para formalizar denúncia na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. “Tudo o que eu posso fazer, eu tenho feito. Cabe à Justiça impedir que Gentili continue rindo de nós. Temos que protestar contra esses humoristas racistas que acham que estão acima da lei”, afirmou Ribeiro em sua carta-denúncia.

Ribeiro pretende ainda questionar a TV Bandeirantes sobre como e por que aceitam a prática de racismo. “Sei que Danilo tem uma equipe de apoio da TV que o orienta, ou seja, o canal está conivente com a situação”, afirma.

A expectativa de Ribeiro é que Gentili seja condenado e saia da televisão ou ainda seja impedido de propagar piadas com teor racista, assim como se retrate com o povo negro. “Além disso, devo processá-lo por danos morais, já que ele fez uma postagem racista direcionada a mim”, conta.

A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania garantiu a Ribeiro que vai atrás de cada postagem racista emitida também pelos seguidores de Gentili. Vale lembrar que Ribeiro tem o print de cada comentário.

Para assistir o vídeo acesse: https://www.facebook.com/renova.acaonegra

A certeza da Impunidade

A carta-denúncia redigida por Thiago Ribeiro baseia-se na Lei Estadual nº 14.187/2010 que fala de penalidades administrativas a serem aplicadas pela prática de atos de discriminação racial. E, na Lei Federal nº 7.716/1989, Artigo 20: “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”.

Os comentários de Gentili e seus seguidores são tão escancaradamente racistas que chegam a refletir a certeza da impunidade. Ainda na carta, Ribeiro pede “uma ação efetiva por parte da Justiça Brasileira para inibir o racismo explícito praticado normalmente no programa de Gentili”.

“Vou seguir em frente com essa história, e se o Estado se mostrar omisso, não hesitarei em levar essa questão às instâncias internacionais da OEA (Organização dos Estados Americano) e da ONU (Organização das Nações Unidas)”, finaliza.

Em apoio à iniciativa de Ribeiro, a partir do dia 03 de outubro, haverá um “tuitaço” com as hashtags #bastadehumorracista.

Para acompanhar os desdobramentos dessa história, siga o perfil de Thiago Ribeiro no Twitter: @Lasombraribeiro ou visite o seu blog: http://renovacaonegra.blogspot.com.br/

Gostaria de concluir o post relembrando trechos das participações do quadrinista André Dahmer e do escritor Antônio Prata no documentário O Riso dos Outros, sobre o tipo de “humor” explorado por Danilo Gentili:

ANDRÉ DAHMER: “Se o humor precisa de uma vítima, façamos a vítima certa, não é? Porque tem tanta gente que merece apanhar. Por que bater nos negros ou nas mulheres, não é? Que já apanharam bastante. Essa é a verdade”.

ANTÔNIO PRATA: “Quando você ofende alguém que não pode ser ofendido pelo poder dessa pessoa, esse humor é grande, que é passar a mão na bunda do guarda, que é uma imagem antiga do cara que não está nem aí, do libertário, digamos assim, que vai lá e passa a mão na bunda do guarda. Essa é uma piada que eu acho ofensiva, pro guarda, pra mãe do guarda, pra mulher do guarda, mas o guarda tem uma arma e um cassetete. Se você passa a mão na bunda do guarda e ele tem uma arma e um cassetete, isso é engraçado porque você está se arriscando. Agora, passar a mão na bunda do mendigo??? […] Então, quando você faz uma piada politicamente incorreta, no sentido, quando você é racista, você não está fazendo nada de transgressor. Nada de transgressor. Você está assinando embaixo da realidade. Você está falando assim: o mundo é desigual e eu estou rindo disso.”

MAIS SOBRE O RACISMO DE DANILO GENTILI

Anúncios

15 Comentários

Arquivado em Preconceito, Racismo

15 Respostas para “[RACISMO] O “humorismo” racista de Danilo Gentili

  1. fabio nogueira

    Lembro-me quando esse rapaz fez um comentário racistas,os comentários eram que o movimento negro e demais estávamos pegando pesado para ser mais exato: politicamente correto. Contundo o mesmo humoristas fez outra piada com a comunidade judaica referente a construção de uma estação do metrô em Higienópolis ,alegando que os judeus sabiam o que era pegar um cheio e para onde iriam parar (se referindo a os trens que saiam para os campos de concentração.)A comunidade judaica pediu uma retratação da rede Bandeirantes e pedido aceito e atendido. Ninguém foi chamado de politicamente correto e ficou por aí mesmo.

    Para vermos então como são tratados os dois casos . Por isso que muitas das vezes não fico calado diante desses e outros episódios como esses. Se politicamente correto for defender a memória de meu povo então sou um deles.

  2. O racismo do Brasil é tipo oculto, está escondido nas atitudes da sociedade. Mas quando um estopim estoura, os racistas se manifestam com sua incompreensível ignorância.

  3. Acho o Danilo um humorista ruim. Todo profissional cujo talento seja escasso (é o caso), apela para a “piada” fácil, o “humor” livre de censura.

    • bundamole

      Thiago Ribeiro tava atacando o Danilo de todas as formas, e o Danilo
      tava quieto, simples vc é um ignorante q tem inveja q aceita q um negro pode falar mau de um branco sem levar as consequências, pense antes de falar seu facista

  4. fabio nogueira

    O que temos aqui? Um bunda mole se manifestando? É tão bunda mole que não é homem para assumir o nome.
    Anônimo,antes de chamar as pessoas de fascista ou seja lá o que for,revele pelo menos o nome ou não é tão homem assim?

  5. Bunda mole parece ser o primeiro caso de auto bullying da história. Todo Danilo tem o fan que merece.

  6. Gabriel

    O humor negro do Gentili é sem graça. Ele até tira uns risos, de vez em quando… mas quando ele começa a falar de racismo, homofobia e feminismo, perde toda a graça. É um analfabeto político que cospe politica, porque leu livros do George Orwell. A genialidade de muitos é deturpada por um humorista fraco, que apela pra ofensa em defesa a liberdade de expressão. Ele se alimenta da ignorância dos jovens, de mente virgem, que estão prontos pra engolir as piadas dele.

  7. A Internet está cheia de bundas-moles. Pior é quando eles estão na sua timeline e você os conhece pessoalmente. Mas esse daí é tão bobalhão quanto o Danilo Gentili. Se alguém mostra como eles são racistas, saem gritando que os outros são fascistas, que não existe liberdade de expressão, que os brancos é que são as vítimas, e todo aquele mimimi.

    Parabéns por sua contribuição ao post, Bundamole. Seja infeliz com seu racismo.

    Att.

    RB.

  8. Pingback: Meu filho mais pretinho ou de como a mistura de raças por si só não acaba com o racismo

  9. Pingback: Do Hum Historiador: [SAFATLE] Racismo travestido de humor « Te pego pela história

  10. Pingback: Mandela, história e cultura afro-brasileira | mundotexto

  11. O ódio do preconceito chegou a tal ponto, que já estão articulando planos e truquinhos televisivos no mínimo sutis e oportunistas, que acontecem pelo menos uma vez ou duas por ano nesta podridão que chamam de TV. Alguns são verdadeiramente como as antigas pipas avoadas, conseguem ter a ousadia de justificar que o negro é quem faz o próprio racismo que sofre, (hein?) como se a escravatura dos séculos passados, e os efeitos que ainda tem, fossem apenas uma lenda urbana e não um fato histórico. Vocês acham que Danilo é um racista, se tudo que alguém fala na televisão vem de uma congruência entre roteiristas e diretores dos próprios programas e do canal em si? Pense de novo. O objetivo é justamente causar essa comoção que vocês estão fazendo. ”Foi ou não foi racista? Danilo, CQC, Rafinha… isso ou aquilo?” Para que os verdadeiros racistas ou os sádicos possam colher depois, frutos interiores com as tais piadas, digamos, ”semi racistas” como estas que ele fez. Assim é possível insultar a integridade do negro ou de qualquer que seja o alvo, de forma mais explosiva, um insulto indireto e murmuroso de boatos, mais do que fariam com uma piada tão semi inocente como esta. Porque da minha teoria? Não se esqueçam que dos riquinhos do planeta, quem mais ficou quebrado após a abolição da escravatura foram os fazendeiros ricos aqui do Brasil no século 19. O ódio vem de longe. Porque os roteiristas, diretores e apresentadores e âncoras se metem em atitudes ”semi racistas” como eu lhes descrevo, de tempo em tempo, fica bem evidente. Negar que a piada foi racista, justificar o racismo como coisa plausível, tudo isso é coisa típica dos burgueses infelizes da sociedade … elitista… deste país, os únicos que realmente ficam ricos. Ainda que duvidoso que as ditas celebridades digam oque realmente querem e pensam, “Danilo” escreveu no “seu” Twitter a seguinte frase; “Porque posso chamar gordo chamo de baleia, branco de lagartixa, mas não posso chamar negro de macaco?” Negar os fatos históricos… MACACO era um insulto que os brancos faziam para ofenderem os ancestrais dos negros de hoje. Que eu saiba, o branco e o gordo nunca foram escravizados e privados dos direitos por séculos, e não. Não é possível extinguir os efeitos desses fatos fingindo que não existem raças como vocês desejam e sim tolerando e convivendo, mas nunca esquecendo as raízes e o passado da luta. Isso seria franca hipocrisia. Brasil, o segundo povo mais racista do mundo depois dos EUA, porque aqui nós negamos completamente tudo para caber melhor dentro do ego. O negro foi solto em 1888 sem saber ler nem escrever, com doenças e marcas do mal trato dos capatazes. Se não fosse a Inglaterra com suas ideias libertárias, crimes contra a humanidade ainda ocorreriam na vida dos homens negros. Mas fiquem fingindo que nunca aconteceu nada, e que o negro é o culpado de tudo isso que acontece. Estão mandando bem galera. Enriquecendo a estupidez do país que deveria se abster disso mas não o faz, para uma demanda de manipuladores falsos, assistindo coisas que são verdadeiras perdas de tempo.

  12. oberdan barbosa

    Se o Danilo Gentili é racista, o que eu sou então? Assistam o vídeo desse dossiê http://www.oberdanbarbosa.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s